DE BIKE PELO VALE DE MARTE // Deserto do Atacama

O Vale de Marte é um dos roteiros mais lindos do deserto do Atacama.

Optei por fazer ele sozinho, sem agência, e de bike – e confesso que foi maravilhoso! É super fácil, seguro e te possibilita controlar o seu tempo!

Se você tiver o mesmo interesse vou dividir o passo a passo do que fazer – e quais dicas são fundamentais por lá.

thumbnail (3)

ALUGAR BIKE

Aluguei uma bicicleta no centrinho de São Pedro por 3 mil pesos (mais ou menos 20 reais por 6 horas). A lojinha de bike te dá um mapa e te mostra os lugares mais legais para ir de bicicleta. Fomos somente ao Vale de Marte e depois fomos ver o pôr do sol na Pedra do Coyote (que também falei neste outro post aqui).

Se você tiver tempo reserve um dia inteiro para fazer um roteiro de bike. Você aluga uma bicicleta para o dia todo e consegue visitar vários pontos. É bem tranquilo e vai te render uma experiência incrível (lembrando que a própria lojinha de bike vai te dar um mapa com um roteiro legar para se fazer).

BIKE PELO VALE DE MARTE

Li em muitos blogs que a ida ao Vale de Marte de bike é considerado um passeio super fácil e tranquilo – não é! Achei bem pesadinho!

Você não precisa ser nenhum atleta para fazer esse roteiro sozinho de bicicleta mas se for sedentário de carteirinha talvez sofra um pouco.

Para fazer o Vale de Marte de bike você atravessa montanhas gigantescas e incríveis – até aí, tudo bem! Mas depois vem as dunas (aí já fica difícil subir…vai ser preciso levantar da bike e ir empurrando). Por fim, vem as montanhas (aí sim é que você não vai conseguir subir montado). A subida é ingrime, cansativa, mas a vista do alto recompensa! Levei um suador nessa subida!

Vou mostrar num mapa o que é preciso fazer caso você decida subir de bike. O mapa tá terrível mas o importante é a informação, né?

mapa bikeVocê vai entrar, de bike mesmo, pela entrada principal do parque e vai seguir toda a estradinha. No caminho, as pedras gigantes. Depois, as dunas.

Num determinado momento vai haver um estacionamento para bikes (já que é impossível subir montado em uma). Você sobe caminhando, tira fotos, e volta para buscar a bicicleta e refazer o caminho da vinda.

Mas a minha sugestão é que você não deixe a bike no estacionamento e suba com ela nos braços mesmo.

Você sobe até a pedra mirante onde vai render umas fotos lindas. Continue subindo. Você vai ver uma cancela que indica o fim do parque. Um pouco antes, à esquerda, você vai perceber que a estrada segue morro a cima. Suba com a bike nos braços. Você vai chegar ao mirante principal. Lá você terá a melhor vista do vale! É realmente muito lindo!

thumbnail (4)

A vantagem de subir com a bicicleta é que você poderá, lá do alto mesmo, fazer a descida por um caminho alternativo pra tomar a estrada. Da estrada você pode seguir mais rapidamente até a pedra do Coyote – em que parei para ver o pôr do sol.

Na entrada do Vale de Marte diga para a funcionária que você quer seguir do mirante direto para a pedra do Coyote (ela vai explicar direitinho). De qualquer maneira, no alto do mirante do Vale, haverá uma casinha com outro funcionária indicando o caminho alternativo para a pedra do Coyote.

Não esqueça de levar um casaquinho pois ao anoitecer a temperatura despenca por lá.

INGRESSO

O ingresso ao parque do Vale da Morte custa 3 mil pesos (mais ou menos 20 reais).

Já o ingresso para a Pedra do Coyote custa 1.500 pesos (mais ou menos 10 reais).

O passeio pode ser feito só na parte da tarde – estando livre para outro na parte da manhã.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s